Notícias
20-03-2017 - Mundo está muito longe do risco de guerra cambial, diz Ilan
...

 O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, traçou sábado (18), um panorama sobre o câmbio no mundo. Segundo ele, o tema deve sofrer pouca alteração no comunicado da reunião financeira do G-20 (grupo dos 20 países mais ricos do mundo) e a sua percepção é que o globo está muito distante de enfrentar uma guerra cambial.

Ele fez estas avaliações a jornalistas, após participar do encontro em Baden-Baden, na Alemanha. Para Goldfajn, a agenda forte do G-20, que é a arquitetura financeira, continuará existindo. "Se você olhar bem o mundo, não se vê desvalorizações no mundo emergente", citou, dando como exemplos a China, que está "trabalhando do outro lado" (valorização) e o próprio Brasil. "No Brasil, estamos reduzindo os estoques de swap, que é um movimento para o outro lado também", considerou.