Notícias
31-05-2017 - Excesso de feriados contribui para a queda na produção no RS
...

 A Sondagem Industrial de abril, divulgada nesta terça-feira (30) pela FIERGS, mostra queda drástica na produção industrial (40,4 pontos) e leve no emprego (48,3), na comparação com março (57 e 49,5 pontos, respectivamente). Um motivo a contribuir para esta redução foi o fato de o mês ter cinco dias úteis a menos do que o anterior. "Além do menor número de dias influenciar negativamente na produção, há a demanda interna insuficiente e a alta carga tributária que dificultam a retomada na atividade", afirma o presidente da FIERGS, Heitor José Müller.

O levantamento da FIERGS – realizado entre 2 e 12 de maio, ainda antes da crise política provocada pela delação da empresa JBS – detectou também que o setor industrial começa o segundo trimestre mais ocioso no Rio Grande do Sul. O grau médio da Utilização da Capacidade Instalada (UCI) registrou queda de março para abril: passou de 68% para 64%, ainda mais abaixo da média histórica para o mês, que é de 70,7%. O indicador relativo à UCI usual passou de 43,8 para 36,7 pontos. Isso significa que o uso da capacidade produtiva ficou ainda mais distante do usual no mês, que ocorre quando alcança 50 pontos.
Outro indicador a detectar um momento não tão favorável para a indústria gaúcha é o dos estoques de produtos finais, que cresceu em abril relativamente a março, permanecendo acima do nível planejado pelas empresas pelo quarto mês consecutivo. O índice de evolução ficou em 52,8 pontos e o de estoques que considera o volume planejado, em 52,7 pontos.