Notícias
07-06-2017 - Pequenas indústrias foram as mais afetadas pela crise nos últimos dois anos, diz CNI
...

 Os dados surpreenderam até os economistas que esperavam um desempenho ruim das pequenas indústrias nos últimos dois anos. Nenhum dos sete indicadores da Sondagem Industrial da CNI mostra um cenário positivo para a pequena indústria entre 2015 e 2017. Um dos problemas é que as pequenas e médias são responsáveis por 50% dos empregos industriais no país. 

Diante disto, nesta quarta-feira (7), a CNI reunirá especialistas e o governo na busca de caminhos para facilitar o acesso ao crédito e de mecanismos para fortalecer a produtividade e a adesão à Indústria 4.0, além de discutir os benefícios da reforma trabalhista para aumentar a empregabilidade nas micro, pequenas e médias indústrias. As discussões ocorrem no 4º Seminário Pense nas Pequenas Primeiro: Uma agenda positiva para o Brasil, na sede da CNI, em Brasília.
"O fortalecimento da economia brasileira passa pelo estímulo a micro e pequena empresa. Por meio do Seminário vamos, com objetividade, realçar a pauta atual do segmento e propor medidas concretas de defesa, reconhecimento e apoio à micro e pequena empresa. Lutamos, em síntese, por um ambiente melhor de negócios, com juros mais baixos; menos burocracia e mais eficácia; condições de competitividade que permitam o desenvolvimento das empresas e do Brasil", diz o presidente do Conselho Temático da Micro e Pequena Empresa da CNI, Amaro Sales.