Notícias
27-07-2017 - Novas tecnologias transformam perfil do negócio de energia
...

 A geração distribuída de energia não é mais um projeto. Sem depender exclusivamente das grandes companhias estatais ou privadas, consumidores de todos os níveis – industriais, comerciais, rurais e até mesmo individuais – conseguem gerar seu próprio insumo a partir das novas tecnologias desenvolvidas. Mais do que isso: fontes renováveis estão no centro do movimento. Para esclarecer, entender e incentivar os processos que criam uma economia capaz de ser comparada a uma revolução, a Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), em parceria com o Instituto Senai de Tecnologia em Petróleo, Gás e Energia, o governo do Estado e o Sebrae-RS, realiza o I Fórum de Geração Distribuída de Energia com Fontes Renováveis no RS. O evento será em 15 de agosto, na sede da FIERGS (Avenida Assis Brasil, 8787). As inscrições são gratuitas e as vagas, limitadas, e podem ser realizadas pelo endereço https://goo.gl/kM1d1W, pelo qual também poderá ser conferida a programação completa do evento.

Entre as fontes renováveis com maior visibilidade no mercado atual, a força dos ventos se destaca. O índice de crescimento da energia eólica no Brasil bateu na casa dos 30% em um ano (janeiro a abril de 2016 comparado ao mesmo período em 2017). Ainda que seja um dado coletado sobre usinas estabelecidas no País, o tema merece a atenção que vem tendo. Até o final de abril de 2017, havia 414 usinas eólicas em operação comercial no Brasil. As informações são da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).