Notícias
08-11-2017 - Nova lei trabalhista valoriza o trabalho moderno e incentiva economia do século 21
...

"No meu ponto de vista, a reforma trabalhista não veio para retirar nenhum direito. Muito pelo contrário, eu acho que ela veio para atender às novas tendências de mercado. Não vejo como um retrocesso, vejo como uma evolução", pondera Glauber de Oliveira, 30 anos. Analista de sistemas, o brasiliense integra um nicho do mercado de trabalho em expansão nesses tempos de economia digital.

Há um leque de profissões e atividades que surgiram ou se reinventaram com o avanço da tecnologia e revolucionaram a forma de se produzir, de trabalhar e de se comunicar. Faltava a legislação se modernizar.
Agora, porém, o trabalho contemporâneo terá lugar na legislação brasileira, a partir deste sábado (11), com a entrada em vigor da Lei 13.467/17. Elaborada após anos de debates sobre a necessidade de se modernizar a CLT, editada em 1943. Sem reduzir ou eliminar os direitos básicos do trabalhador, a nova lei prestigia o diálogo entre empresa e empregado para que definam, de comum acordo, condições e rotinas de trabalho que sejam mutuamente benéficas.

Portal da Indústria