Notícias
12-12-2017 - EPE projeta crescimento médio anual de 5,3% na produção de gás natural até 2026
...

A produção brasileira diária de gás natural deve aumentar cerca de 16 milhões de metros cúbicos em 10 anos, passando dos atuais 67 milhões de metros cúbicos por dia para 96 milhões metros cúbicos por dia em 2026, o que corresponde a crescimento médio anual de 5,3%, segundo estimativas da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) apresentadas na manhã desta segunda-feira, 11, durante evento promovido pela Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústria de Base (Abdib).

O superintendente de gás natural e biocombustíveis da EPE, Giovani Machado, salientou que o montante não leva em consideração a entrada em operação dos campos de Carcará e Pão de Açúcar, mas leva em consideração que parte do gás a ser extraído em campos do pré-sal será reinjetado por conta de condições econômicas e operacionais específicas de cada campo.

Considerando os volumes disponíveis de importação, seja da Bolívia por meio de gás natural liquefeito (GNL), o montante chegará ao final de 2026 em cerca de 120 milhões de metros cúbicos diários. A projeção considera que o volume de gás boliviano disponível reduzirá a 20 milhões de metros cúbicos a partir de 2022, enquanto o volume de GNL refere-se apenas aos terminais já existentes e conectados à malha.

Agência Estado