Notícias
14-02-2018 - Reforma trabalhista e perspectivas econômicas foram tema em evento do SinmaqSinos
...

Em reunião-almoço ocorrida na quinta-feira, dia 8 de fevereiro, as mudanças propostas pela reforma trabalhista e as perspectivas econômicas para 2018 foram abordadas às indústrias de máquinas na sede do SinmaqSinos. O evento realizado pelo sindicato teve o apoio do Grupo de RH e da Abrameq e contou com bate-papo do conselheiro do Contrab (FIERGS) e assessor jurídico do SinmaqSinos, advogado Edson Garcez, e palestra do economista chefe da FIERGS, André Nunes de Nunes.

 

Garcez, que foi o primeiro a falar, disse que a reforma trabalhista beneficia em cerca de 90% os empresários. "Existe uma crítica imensa no Brasil em alguns tópicos. Muitas medidas provisórias foram colocadas e, provavelmente, teremos surpresas. Estamos com uma insegurança terrível. A cautela é fundamental", afirma Garcez.

Já o economista-chefe da Fiergs, André Nunes de Nunes, falou sobre as perspectivas econômicas para os empresários do setor. "O ano de 2018 vai ser muito melhor, temos um cenário mais positivo", comenta, ao citar a extensão da crise que passamos. "Foram 11 trimestres seguidos de queda, a recuperação dever ser a mais lenta da história. O PIB de 2014 só deve ser retomado em 2020. E o PIB da indústria em 2021 ainda deve ser inferior ao pico de 2013." A previsão do PIB brasileiro em 2018 apresentada pelo economista é de um crescimento de 2,7%, sendo o industrial de 3,35%.