Notícias
14-06-2018 - FIERGS defende livre negociação
...

A FIERGS, em decisão na reunião de diretorias, reiterou sua posição contra o tabelamento de fretes, defendendo a livre negociação entre as partes. "Muitas indústrias estão parando a produção, por não conseguir escoar os produtos devido ao frete. Esta questão afeta 80% dos setores industriais", destaca o presidente da FIERGS, Gilberto Porcello Petry. A entidade já entrou com uma ação na Justiça Federal visando à suspensão imediata da Resolução 5.820 de 2018 da ANTT.

"Defendemos a livre negociação entre indústrias e transportadores. A elevação dos valores, da forma que está, é uma intervenção desastrosa do governo nas relações econômicas privadas", salientou Petry.  A FIERGS aguarda a decisão judicial. A ação, elaborada pela Unidade Jurídica da entidade, tem 20 páginas e objetiva resguardar os direitos das indústrias associadas aos Sindicatos filiados à FIERGS.
Na reunião de Diretorias da FIERGS foram relatadas várias questões como a possível perda de clientes pelos transportadores autônomos, assim como a solução de transformar a tabela dos fretes em preços de referência e não em valores obrigatórios. Também foi argumentado que a demora de uma solução pelo Governo Federal acabará prejudicando ele mesmo, pela baixa arrecadação de impostos revertidos pela queda da atividade econômica no País.

Comunicação da FIERGS