Notícias
31-07-2018 - BRICS avançam em agenda proposta pelo Brasil
...

A 10ª Cúpula do BRICS – grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, realizada em Joanesburgo, terminou com duas importantes conquistas para o setor produtivo brasileiro. A primeira é um acordo para a abertura de um escritório regional do banco do Brics, o Novo Banco de Desenvolvimento (NDB), no Brasil. A segunda é uma cooperação entre as economias do bloco na área de aviação regional.

A criação do NDB foi formalizada em 2014, durante a sexta reunião de cúpula do grupo, em Fortaleza. O banco do BRICS foi inaugurado em julho de 2015, com sede em Xangai, com o objetivo de financiar projetos de infraestrutura de países do bloco e de outras economias em desenvolvimento. Agora, a expectativa é que o escritório regional das Américas seja inaugurado no Brasil ainda em 2018.

Os países do BRICS também assinaram um memorando de entendimento para fomentar a aviação regional. A partir desse documento, que vinha sendo trabalhado há dois anos, os países podem desenvolver projetos para ampliar as oportunidades de negócios. A CNI considera que, como quatro dos cinco países do grupo são continentais, o seu mercado para voos domésticos oferece potencial para as exportações brasileiras de aeronaves, por exemplo.

Portal da Indústria