Notícias
03-08-2018 - Comércio e indústria cobram juros mais baixos para consumidor final
...

Entidades empresariais criticaram a demora para os juros baixos chegarem ao consumidor final. A Fiesp destacou que, mesmo taxa básica de juros estando em níveis historicamente baixos, a queda ainda não foi plenamente percebida nos custos dos empréstimos. 

 

"São cruciais, portanto, medidas que reduzam o elevado custo do crédito, refletido nos elevados spreads bancários, que há várias décadas é um dos mais altos do mundo. Para reduzir o alto custo do crédito, é necessário adotar medidas que combatam de fato a baixa concorrência no sistema bancário brasileiro", diz, em nota, a Fiesp. Spread é a diferença entre o que os bancos pagam na captação de recursos e o que eles cobram ao conceder um empréstimo

Para a Fiesp, reformas que equacionem o desequilíbrio fiscal são cruciais "para que a taxa [básica de juros] Selic recue de forma consistente para níveis condizentes com os padrões internacionais".

Agência Brasil