Notícias
24-01-2019 - Com otimismo recorde, empresário industrial inicia o ano confiante
...

 O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI-RS) registrou crescimento de 1,6 ponto em janeiro frente a dezembro, alcançando 67,1 pontos. Tendo como máximo os 100 pontos, o índice acima dos 50 demonstra presença de confiança. O número é o mais elevado desde 2010. "Os resultados estão baseados principalmente na expectativa da indústria com relação ao novo governo e à redução de incertezas nos campos político e econômico. O setor industrial deve manter a confiança elevada se o governo avançar nas reformas estruturais necessárias para equacionar a crise fiscal", explica o presidente da FIERGS, Gilberto Porcello Petry.

O Índice de Condições Atuais atingiu 56,9 pontos, 0,2 ponto menor que dezembro. O subcomponente que mede as condições atuais da economia brasileira (ICA-EB) foi o principal responsável ao recuar 0,5 ponto, para 57,5. O Índice de Condições das Empresas (ICA-E) ficou praticamente igual ao de dezembro: 56,6 pontos. 
O Índice de Expectativas (IE) com relação aos próximos seis meses, alcançou o melhor o número desde o início da série histórica: 72,2 pontos, mostrando otimismo recorde dos empresários industriais gaúchos.  Também é inédito o grau de otimismo com o futuro da economia brasileira: o índice (IE-EB) teve elevação de 2,7 pontos no período e alcançou 72,0 pontos. O Índice de expectativas para as empresas (IE-E) atingiu 72,2 pontos em janeiro, pontuação que, da mesma forma, ainda não havia sido alcançada.

Comunicação da FIERGS