Notícias
22-03-2019 - FIERGS acredita que além de juros baixos, Reforma da Previdência é fundamental para retomada econômica
...

 A FIERGS entende a cautela na primeira reunião do Copom sob o comando do novo presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, nesta quarta-feira (20), e a manutenção da taxa Selic em 6,5% a.a.. Nesse momento, segundo a entidade, os juros mais baixos são apenas um dos elementos que podem estimular a retomada da economia. "O Brasil tem se movido em direção a juros mais baixos e a Reforma da Previdência deve contribuir nesse sentido. Sem a Reforma, o País viverá um momento de intensa incerteza e desconfiança. Com esse risco os investidores se retraem e mesmo com os juros mais baixos não há clima para um ciclo de novos investimentos", explica o presidente da FIERGS, Gilberto Porcello Petry.

Comunicação da FIERGS