Notícias
24-05-2019 - Aprofunde seus conhecimentos sobre polos nacionais de calçados
...

 Apresentando um mapeamento dos principais polos calçadistas brasileiros, o Estudo dos Polos indica dados de produção, tipos de calçados produzidos, exportação, importação, número de empresas, emprego, consumo de materiais (estudo de quantificação), entre outras características de cada local analisado.

 

O estudo está disponível na Plataforma de Inteligência no site do By Brasil, Components, Machinery and Chemicals – ação de incentivo às exportações realizada pela Assintecal e pela Apex-Brasil, em parceria com a Abrameq. O endereço é através do link: https://www.bybrasil.org.br/plataforma-de-estudos/login .

O principal objetivo do estudo é possibilitar às empresas de componentes um panorama geral do mercado, a fim de identificar tendências de materiais por polos, ter direcionamento de marketing e consequentemente, o impulsionamento de sua competitividade estratégica. Além disso, o material funciona como um orientador para a definição dos produtos e a possibilidade de investimento na prospecção de novos polos de atuação.

A edição de 2018 contou com a inclusão de um capitulo destinado aos dados de produção e exportação de Outros Polos (ES, GO, MG, PR, RS, SC, SP), pois se constatou a existência de novos municípios como produtores. Para tanto, identificou-se, principalmente, dentre todos os dados averiguados (2018):

o          Produção média: 123 milhões de pares;

o          Principal polo produtor: Minas Gerais (56,02%);

o          Principal Estado Exportador: Rio Grande do Sul (41,09%);

o          Principal destino: Estados Unidos (21,3%).

o          Principal município exportador: Porto Alegre/RS (14,9%).

Já o principal tipo de calçado produzido nos polos analisados, no ano de 2018, foi:

 

Ø         Vale do Sinos/RS: Calçado Feminino (77%);

Ø         Vale do Paranhana/RS: Calçado Feminino (81%);

Ø         Franca/SP: Calçado Masculino (66%);

Ø         Jaú/SP: Calçado Feminino (88%);

Ø         Birigui/SP: Calçado Infantil (82%);

Ø         São João Batista/SC: Calçado Feminino (97%);

Ø         Nova Serrana/MG: Calçado Feminino (38,4%);

Ø         Nordeste: Calçado Feminino (51%);

Ø         Outros Polos: Monocomponentes (50,5%).