Notícias
01-07-2019 - Acordo traz ânimo para a indústria gaúcha
...

O acordo entre Mercosul e União Europeia anunciado desperta pelo menos duas reações entre lideranças da indústria gaúcha. Por um lado, empresários comemoram a confirmação do acerto e enxergam oportunidade para aumento nas vendas internacionais. Por outro, cobram a aprovação de reformas estruturais no país para que as mercadorias gaúchas não corram o risco de perder terreno dentro do Brasil com o eventual avanço dos produtos europeus.

 

— Sem dúvidas, o acordo deve ser comemorado. Mas também precisamos fazer a lição de casa, com as reformas no país. São essas medidas que podem tornar a indústria mais competitiva. Sem as reformas, pode haver risco para o setor, já que o acordo também permite à União Europeia maior acesso ao mercado brasileiro, que é grande e desperta interesse de empresas internacionais. Não existe almoço grátis — avalia o coordenador do Conselho de Comércio Exterior da Fiergs, Cezar Müller. 

Entre as reformas defendidas pela entidade estão a da Previdência e a tributária, além de avanços no setor de logística. Müller diz aguardar mais detalhes sobre o acerto, mas estima que os segmentos calçadista e moveleiro devem estar entre os mais beneficiados. Conforme Müller, os dois ramos tendem a sentir impactos positivos pelo fato de já terem experiência de vendas ao mercado europeu.

Zero Hora