Notícias
28-08-2019 - Em audiência, CNI defende reforma tributária que torne a indústria mais competitiva
Leia mais...

Em audiência pública no Senado Federal nesta terça-feira (27), o gerente de Políticas Fiscal e Tributária da CNI, Mário Sérgio Carraro Telles, defendeu a realização de uma reforma tributária que torne a indústria brasileira mais competitiva e contribua para o crescimento econômico do Brasil.

 

O gerente afirmou que a falta de competitividade da indústria brasileira está intimamente ligada à ineficiência do sistema tributário. Ele apresentou dados que mostram que, desde 2007, enquanto as vendas do varejo cresceram mais de 50%, a produção industrial caiu 7%.

"Houve um descolamento entre o nosso varejo e a nossa indústria, que não atende ao aumento da demanda. Geramos demanda no Brasil, mas quem atende não é a produção nacional, mas sim os importados", afirmou Telles. "Isso é reflexo do sistema tributário, que é ineficiente e causa prejuízo na produção nacional, tanto na concorrência com os importados quanto nas exportações", disse. O gerente da CNI reforçou que é fundamental que a reforma tributária ataque o problema da cumulatividade. Em seus documentos, a CNI vem defendendo que o foco da reforma tributária deve ser a adoção de um Imposto sobre o Valor Adicionado (IVA) que permita justamente a remoção da cumulatividade e simplifique o sistema tributário.

Portal da Indústria