Notícias
10-09-2019 - Depois de perder força no PIB, indústria sinaliza recuperação
Leia mais...

A indústria brasileira tenta se reerguer em meio à herança indigesta da última recessão. Depois de encolher por seis anos seguidos, a partir de 2011, o peso do setor na economia nacional subiu em 2018 pela segunda vez consecutiva. Apesar disso, segue em nível distante ao de décadas anteriores, à espera de que a demanda por produtos engate retomada mais consistente. 

De 2017 para 2018, a participação da indústriana economia nacional passou de 21,3% para 21,6%, aponta o IBGE Isso quer dizer que o setor adicionou maior valor ao total de serviços e bens produzidos, expresso no PIB.

O IBGE divulga os dados apenas com recorte anual, para evitar impactos sazonais em períodos mais curtos. A parcela da indústria leva em conta os segmentos extrativo, de transformação e de produção e distribuição de gás, água e esgoto, além da construção civil.  

O pico na série histórica, com estatísticas desde 1995, foi registrado em 2004. À época, a fatia das fábricas na economia chegou a 28,6%. 

Zero Hora