Notícias
09-10-2019 - Atividade industrial gaúcha recupera parte das perdas
Leia mais...

Parte da atividade da indústria gaúcha foi recuperada em agosto, com o Índice de Desempenho (IDI-RS), feito o ajuste sazonal, aumentando 0,4% na comparação com julho, quando recuou 1% (e 2% em junho). Segundo a FIERGS, que divulgou o IDI-RS nesta segunda-feira (7), a atividade do setor no RS continua muito instável e está praticamente estagnada desde junho do ano passado.

 

Somente a Utilização da Capacidade Instalada (UCI), entre os indicadores que compõem o IDI-RS, cresceu no mês de agosto frente a julho, mesmo assim, um aumento modesto, de 0,3 pontos percentuais, ficando em 82,8%. O faturamento real caiu 3,1%, enquanto as compras industriais, pela terceira vez seguida, e as horas trabalhadas na produção, recuaram 0,8%. Já os indicadores do mercado de trabalho refletem as dificuldades do setor: o emprego recuou 0,3% (segunda queda consecutiva) e a massa salarial real ficou estável no período.

Na comparação anual, o IDI-RS de agosto de 2019 teve uma retração forte, de 3,5%, em relação ao mesmo mês de 2018. Foi a terceira queda seguida considerando esse mesmo período, e o pior resultado desde outubro de 2016 (-7,3%), com exceção de maio do ano passado (-6,7%), impactado pela crise dos caminhoneiros.

No acumulado anual, o IDI-RS tem demonstrado uma perda de fôlego e, como consequência, desaceleração em relação ao mesmo período de 2018. Reduziu a alta de 3,9%, em maio (maior taxa do ano), para 1,4%, em agosto. Em compensação, o faturamento real registrou a maior alta entre os indicadores (4,6%). Houve crescimento ainda na UCI (1,6 ponto percentual), nas compras industriais (0,7%) e no emprego (0,3%). As horas trabalhadas na produção ficaram praticamente estáveis (-0,1%), enquanto apenas a massa salarial real (-0,7%) caiu.

Comunicação da FIERGS