Notícias
14-10-2019 - Lineapelle: uma edição alinhada aos novos tempos do setor coureiro
Leia mais...

Na Lineapelle, o futuro é agora. A exposição voltada ao mundo do couro destaca as inovações e a circularidade da cadeia de suprimentos na 97ª edição, que começou num contexto econômico negativo para o setor (-7,3% em valor e -11,9% em volume nos primeiros 6 meses de 2019) devido à situação de incerteza econômica global.

De 2 a 4 de outubro, nos espaços da Rho Fiera Milano, foram exibidas as coleções outono-inverno 2020-2021. Um total de 1.271 empresas do setor, de 46 países, das quais 774 eram italianas e 497, estrangeiras. A feira recebeu nove delegações de operadores da China, Coreia, França, Japão, Rússia, Reino Unido, Espanha, Estados Unidos e Suécia.

A Lineapelle foi encerrada de acordo com as previsões: foi uma feira brilhante, mas inserida num contexto de mercado extremamente complicado. A indústria de curtumes está sofrendo na Itália e mais ainda no exterior. O declínio nos primeiros seis meses foi consequência de um coquetel mortal cujos ingredientes são: o aumento da disponibilidade de matérias-primas devido ao maior consumo de carne na Ásia e nas Américas; o colapso na demanda por peles econômicas (principalmente para calçados); e a consequente queda de preços, os ataques constantes por parte dos ativistas por direitos dos animais e a busca da moda por materiais alternativos.

Os artigos de couro de luxo continuam a impulsionar o setor, o que permitiu que o couro fabricado na Itália resistisse melhor ao impacto, mas a abertura de uma nova frente de crise no setor automotivo complicou a situação.

Calçado no Mundo/Couromoda