Notícias
30-04-2020 - Demanda cai em 80% das indústrias gaúchas durante pandemia
...

A Sondagem Industrial Especial do RS, realizada entre 1º e 14 de abril e divulgada pela FIERGS, aponta que 97,6% das indústrias gaúchas foram afetadas pelo coronavírus, 91% de forma muito negativa. A demanda recuou em 80% delas, sendo que em 43,6% de forma intensa. "A pandemia gerou grandes obstáculos às operações. Além da falta de demanda provocada pelo isolamento social e fechamento do comércio, as indústrias tiveram dificuldade em adquirir insumos, matérias-primas e com a logística de transporte de produtos. Enquanto o comércio não puder abrir em sua totalidade, seguindo todos os protocolos de segurança para funcionários e clientes, a situação só irá se agravar", destaca o presidente da FIERGS, Gilberto Porcello Petry, lembrando ainda que o acesso a capital de giro ficou restrito, comprometendo até mesmo pagamentos rotineiros, como aluguel, fornecedores, salários e energia elétrica.

 
A Sondagem Especial voltou ao tema Impactos da Pandemia na Indústria Gaúcha e confirma o primeiro levantamento realizado pela Consulta Empresarial, em 26 e 27 de março. Enquanto a Sondagem indica que 80% das indústrias perderam demanda, a Consulta Empresarial do mês passado revelava que 83,8% tinham apresentado queda. Somente 9,7% das empresas registram aumento da demanda devido à pandemia.
 
Mais de 42% responderam, em abril, terem paralisado a produção, sendo que 14,3% por tempo indeterminado, e 41,6% registraram retração (22% de forma intensa). Os principais impactos causados pela pandemia nas empresas foram a redução do faturamento (72,3% das respostas), o cancelamento de pedidos e encomendas (56,6%) e a inadimplência de clientes (55,4%).
 
Oito em cada dez empresas enfrentam dificuldades para conseguir insumos e matérias-primas, para quase um quarto (24,5%) a dificuldade é muito grande (eram 37,5% na Consulta Empresarial). Em função da crise, 78,5% enfrentam problemas com a logística de transporte de seus produtos, insumos e matérias-primas. A dificuldade é grande para 28,2%.
 
Comunicação da FIERGS