Notícias
31-05-2020 - Educação voltada para atividades produtivas será fundamental no pós-pandemia
...

A atual crise gerada por conta da pandemia do coronavírus vai exigir mudanças nas políticas educacionais voltadas ao jovem brasileiro. Somente com uma educação profissional de qualidade, vinculada às novas necessidades tecnológicas que surgirão num mercado de trabalho pós-pandemia, será possível retomar o crescimento e corrigir as desigualdades sociais.

 
A avaliação é consenso entre especialistas que participaram do 4º Webinar da Coalizão Parlamentar pela Educação, realizado (29). A educadora Cláudia Costin acredita que o atual momento exige que o país "deixe de dar as costas" aos 80% de jovens que anualmente concluem o ensino médio e não vão para nenhuma universidade por causa da falta de vagas.
 
Segundo ela, especialmente por causa de preconceito com o ensino técnico, o Brasil acaba não oferecendo alternativas aos jovens que não conseguem entrar numa universidade, e isso, além de reduzir a produtividade do país, aumenta a desigualdade social.
 
Portal da Indústria