Notícias
08-06-2020 - Coronavírus derruba produtividade da indústria
...

A produtividade do trabalho na indústria brasileira caiu 2,8% no primeiro trimestre deste ano, em relação ao último trimestre de 2019, de acordo com a CNI. Esse é o segundo pior resultado do indicador, desde o recuo de 3,3% no segundo trimestre de 2018, impactado pela greve dos caminhoneiros. A queda na produtividade do trabalho é explicada pela crise econômica desencadeada pela pandemia de Covid-19.

 


Esse indicador é o volume produzido dividido pelas horas trabalhadas na produção. A produtividade é o principal determinante da competitividade e, no longo prazo, é a principal fonte de crescimento. A queda de 2,8% é reflexo da deterioração da atividade econômica diante da pandemia do coronavírus. As empresas tiveram que se ajustar rapidamente, reduzir o ritmo de atividade sem planejamento e produzir menos por hora trabalhada.

 

"O recuo na produtividade do trabalho reflete a desorganização do processo produtivo em razão da parada da economia. A forte redução do ritmo de produção sem planejamento resulta em menor produtividade, mas ela deverá se recuperar ao fim desta crise.", explica o gerente executivo de Economia da CNI, Renato da Fonseca.


Portal da Indústria