Notícias
16-06-2020 - Após 3 meses de crise, governo inicia programa de crédito para pequenas empresas
...

Cerca de três meses depois do Brasil ter sido atingido duramente pelos efeitos da pandemia do coronavírus, o governo federal finalmente deu início ao programa de crédito emergencial para empresas de pequeno e médio portes.

 
O banco estatal anunciou nesta terça-feira as condições para programa, batizado de Pronampe, que terá juro de Selic + 1,25% ao ano e prazo de 36 meses. A linha vale para empresas médias com faturamento de até 4,8  milhões de reais, microempresas com receita de até 360 mil reais e para microempreendedores que movimentem até 81 mil reais, todos no critério anual.
 
A linha tem prazo de 36 meses, incluindo 8 meses iniciais da carência. O montante do empréstimo poderá ser o equivalente a 30% da receita bruta de 2019. Para empresas criadas há menos de um ano, o limite é de até 50% do capital ou 30% do faturamento médio mensal desde o início das atividades.
 
O anúncio ocorre em meio a críticas contra o governo pela demora em operacionalizar o socorro a pequenos empreendedores altamente dependentes de capital de giro e que viram o faturamento sumir da noite para o dia por causa das medidas de isolamento social adotadas em meados de março no país. Uma das expectativas no mercado era de que ao menos a distribuição da ajuda financeira chegasse de forma ágil às empresas após o anúncio do início do programa. No entanto, inicialmente a linha será repassada unicamente pela Caixa.
 
Reuters