Notícias
23-06-2020 - Prioridade da indústria é sobreviver e projetar futuro mais forte, diz Robson Andrade
...

O presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, afirmou durante live realizada pela Isto É Dinheiro, que a entidade persegue dois objetivos com muita obsessão durante o período de pandemia: manter os empregos da indústria brasileira e fazer com que a o setor sobreviva a esse período, com a possibilidade de, em um futuro próximo, sair mais fortalecido, com melhores processos e métodos de trabalho.

 

Robson Andrade destacou que a CNI mantém diálogos importantes com o Congresso Nacional e o governo federal, a fim de colaborar com medidas para que a indústria resista à crise gerada pelo novo coronavírus. Ele observou que a publicação e aprovação da Medida Provisória 936 foi essencial para a manutenção de empregos – a MP permite a redução da jornada de trabalho e do salário, bem como a suspensão temporária de contratos de trabalho.

 

Outra medida importante destacada pelo presidente da CNI foi a prorrogação de prazos para pagamentos de impostos. Robson Andrade disse que algumas medidas urgentes ainda precisam ser adotadas pelo poder público, como a viabilização de crédito para o pagamento de salários e para capital de giro das empresas. Segundo ele, o Fundo Garantidor de Operações ajudará tanto bancos públicos quanto privados a fazerem mais empréstimos.

 

"A gente tem tido uma interlocução muito forte com o governo. O Ministério da Economia tem sido aberto para escutar as demandas e tomar medidas cabíveis para minimizar os efeitos dessa crise", disse. "Temos visto também na Câmara dos Deputados e no Senado Federal importantes discussões e decisões. A interlocução é bastante favorável para discutirmos as principais dificuldades do setor. Temos trabalhado muito com esses setores e tido o apoio tanto do Congresso Nacional quanto do governo federal. Claro que precisamos de mais. O Banco Central, por exemplo, poderia injetar dinheiro diretamente nas empresas", acrescentou.

 

Portal da Indústria