Notícias
25-06-2020 - Inovação ágil será decisiva para o Brasil no pós pandemia, afirma diretor-geral do Senai
...

O modelo de inovação ágil oferecido pela Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) será decisivo para o Brasil se reposicionar após a pandemia de Covid-19. A avaliação foi feita pelo diretor-geral do Senai, Rafael Lucchesi, durante a assinatura, nesta quarta-feira (24), do termo de cooperação que credenciou o Instituto Senai de Inovação em Biossintéticos e Fibras, localizado no Rio de Janeiro, como unidade Embrapii.

 
"A Embrapii é uma organização social com uma visão moderna de política industrial, de competitividade e de desenvolvimento tecnológico gerador de PIB, que será estratégica no Brasil pós Covid, nas oportunidades que teremos na agenda de indústria", afirmou Lucchesi. "Há um novo desafio, temos de repensar uma atividade produtiva mais forte, mais competitiva, baseada em oportunidades. Somos o 8° maior mercado do mundo, temos sim uma capacidade de ciência, uma sofisticação empresarial e podemos pensar em uma agenda competitiva de país voltada a empreendedores brasileiros apoiados por cientistas e engenheiros brasileiros para gerar PIB", completou.
 
Ao se tornar unidade Embrapii, as empresas que realizarem projetos de inovação com o Instituto em Biossintéticos terão acesso a recursos não reembolsáveis, reduzindo assim o risco dos investimentos e potencializando o desenvolvimento de novos produtos e processos mais eficientes. A Embrapii financia até um terço de projetos de inovação de empresas brasileiras com recursos dos ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovações, da Educação e da Saúde. Aos valores da organização se somam recursos das próprias unidades e as contrapartidas das empresas.
 
Portal da Indústria