Notícias
30-07-2020 - Reforma tributária ampla e rápida é essencial para o Brasil voltar a crescer, afirma presidente da CNI
...

O Presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, afirmou que o setor industrial apoia uma reforma tributária que seja ampla, incluindo impostos federais, estaduais e municipais e que, desta forma, beneficie o país como um todo e não apenas um ou outro setor. A CNI defende Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 45, em discussão na Câmara dos Deputados.

 
"Temos que parar de olhar para o próprio umbigo e olhar o global, para geração de emprego e de renda", defendeu ele, durante o seminário virtual realizado ontem (30), que teve a participação do presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia.
 
De acordo com o Robson Braga de Andrade, a carga tributária é elevada, mas os dividendos não são tributados, o que gera desigualdades e injustiças na arrecadação. Ele explica que os setores que pagam menos e ganham mais devem pagar mais impostos.
 
"A CNI e o Fórum Nacional da Indústria vão trabalhar pela reforma tributária e, em seguida, pela reforma administrativa. Não tem como o Brasil continuar com a própria máquina pública consumindo tudo o que se produz aqui", avalia.
 
Portal da Indústria