Notícias
01-08-2020 - Empresas aderem à inovação em escala mundial
...

Empresas estão abandonando modelos de inovação a portas fechadas e aderindo a redes internacionais como o SOSA, que antecipam mudanças disruptivas. Rafael Castro, coordenador de Inovação Aberta do Sebrae, afirma que, com a crise provocada pelo novo coronavírus, a tendência é que a inovação aberta seja acelerada, sobretudo no âmbito internacional. "Essa é, hoje, a essência do processo, já que uma empresa se conecta com outros atores fora da organização, como universidades e outras corporações em nível internacional", diz Castro. O especialista avalia que "com a pandemia, essa estratégia vai crescer, pois diminui os custos da inovação e se torna mais efetiva".

 
A parceria da CNI com o SOSA, negociada ao longo de dois anos, permitirá que empresas brasileiras de todos os tamanhos, incluindo startups, tenham acesso aos ecossistemas de inovação fora do país. Com centros de Inovação em Tel Aviv (Israel), Nova York (Estados Unidos), Londres (Reino Unido), Sydney (Austrália), Bilbao (Espanha) e Colônia (Alemanha), o SOSA cria oportunidades para empresas e organizações do mundo todo compartilharem soluções tecnológicas disruptivas capazes de atender às suas necessidades e resolver seus problemas.
 
Portal da Indústria