Notícias
06-08-2020 - Setor calçadista volta a contratar e espera melhora até o fim do ano
...

Desde a chegada da pandemia no Brasil, muitas empresas calçadistas paralisaram totalmente suas atividades por um período de duas a três semanas, no mínimo, sendo que algumas unidades chegaram a ficar 70 dias sem movimentações. Com projeções otimistas para o ano, o cluster sentiu fortemente os efeitos devastadores da pandemia, sendo um dos setores industriais mais atingidos no País.

 
Entretanto, o pior cenário economicamente parece ter ficado para trás e a cadeia já dá os primeiros passos para uma retomada das atividades e recuperação das perdas, o que além de dar fôlego às empresas faz com que um "efeito cascata" positivo seja sentido na cadeia produtiva. No Rio Grande do Sul, por exemplo, algumas companhias voltaram a contratar e a trabalhar em tempo integral, outras têm planos para recontratar nos próximos meses, e há, ainda, investimentos em bens de capital.
 
Em Santo Antônio da Patrulha/RS, a quinta-feira foi marcada pelo retorno de 100 colaboradores - que haviam sido desligados de fábricas de calçados da cidade em função do coronavírus - para as linhas de produção da RR Shoes. O CEO da calçadista, que é detentora da marca Via Uno, Ramon Rabelo, revela que outros 50 trabalhadores serão integrados no próximo dia 24. "A retomada ainda está tímida, mas já sentimos a necessidade de aumentar o quadro de funcionários. Acredito que teremos uma recuperação gradual até o final do ano. A ideia é crescer e aumentar a produção junto com o mercado", afirma Rabelo, ao dizer que das aproximadamente 800 pessoas demitidas pela empresa em função da crise, 150 estão voltando para a fábrica.
 
A mudança positiva no cenário é sentida tanto pelas grandes e médias indústrias quanto pelas micro e pequenas produtoras de sapato. No Vale do Paranhana, no Rio Grande do Sul, a Calçados Variettá, que está há 13 anos no mercado, projeta retornar ao trabalho integral nas próximas semanas. O diretor Márcio Port dos Santos comenta que a fábrica enxerga uma melhora significativa.
 
Jornal Exclusivo