Notícias
17-08-2020 - Bancos devem reforçar compras de dólares
...

Em um ano de bastante volatilidade, o mercado de câmbio ainda deve sofrer uma nova onda de compras de dólares pelos principais bancos do país. Com base nos dados mais recentes sobre o tamanho de suas carteiras no exterior, essas instituições ainda devem adquirir cerca de US$ 15 bilhões até o fim do ano para se adequar a novas regras de tributação e e ajustar o tamanho do "overhedge".

 

Essa é a avaliação de analistas consultados pelo Valor com base nos números presentes nos balanços trimestrais divulgados recentemente pelos bancos. Ainda há dúvidas se as operações de compra de dólares devem se concentrar no último mês de 2020 ou se serão diluídas ao longo do restante do ano. No entanto, a leitura é que o valor é expressivo e pode gerar pressão adicional no mercado de câmbio.

 

O overhedge representa uma proteção adicional que os bancos precisam manter em suas carteiras por questões tributárias para contrabalançar suas alocações em ativos no exterior. Ou seja, quando essas instituições mantêm aplicações em dólares lá fora, elas precisam também carregar posições contrárias ainda maiores no Brasil. Por isso, seria um hedge excedente com posições vendidas na moeda americana aqui. No entanto, com as novas regras encabeçadas pelo Banco Central, o overhedge poderá ser reduzido pela metade neste ano e zerado em 2021, o que resultaria em compras de dólares no Brasil.

 

Valor Econômico