Notícias
17-09-2020 - Empresas gaúchas enfrentam escassez de insumos e produtos e queda nos estoques
...

Empresas gaúchas de diferentes segmentos, incluindo setores industriais e de comércio varejista, vêm enfrentando dificuldades para manter seus estoques abastecidos. A combinação de retomada nas atividades econômicas após meses de letargia, junto com um cenário cambial desfavorável à importação no Brasil, é o os principais fatores responsáveis pela espécie de "apagão de mercadorias" já sentida em alguns lugares.

 
A indústria não está conseguindo suprir a demanda depois de tanto tempo parada ou operando na velocidade mínima. A matéria-prima utilizada está mais escassa ou cara no mercado global. Influenciam, ainda, o aumento na demanda por produtos bem específicos de março para cá ou de uma hora para outra com a reabertura de lojas e serviços.
 
Há queda no volume dos estoques de 59% das indústrias gaúchas, conforme dados de uma pesquisa realizada pela Fiergs obtidos com exclusividade pelo Jornal do Comércio. Elas admitem ter interesse em comprar mais matéria-prima, peças e componentes e há casos em que não estão conseguindo, adianta o economista-chefe da Fiergs, André Nunes.
 
 
Jornal do Comércio