Notícias
05-10-2020 - Banrisul retoma crédito pelo Pronampe
...

Depois do susto com a suspensão do Pronampe, no dia 22 de setembro, o Banrisul retomou a s operações com essa linha de crédito. O Ministério da Economia cumpriu a  promessa de levantar a suspensão rapidamente, mas a demanda pelo empréstimo com taxa anual de 3,25% (Selic mais 1,25%) é menor do que a esperada, disse à coluna o presidente do Banrisul, Claudio Coutinho.

 

Em tese, o banco estadual ainda teria limite ao redor de R$ 485 milhões para emprestar pelo Pronampe, porque até agora só consumiu R$ 245 milhões dos R$ 730 milhões que havia recebido. Coutinho observa, porém, que se o valor geral da segunda fase for consumido, o Banrisul será obrigado a rejeitar novos pedidos. O Pronampe se destina a microempresas e empresas de pequeno porte com faturamento de até R$ 4,8 milhões por ano. Tem prazo de pagamento de 36 meses e carência de oito meses.

Segundo Coutinho, tem aumentado a demanda por outra linha de financiamento, a do Programa Emergencial de Acesso ao Crédito (Peac), destinada a empresas maiores, com receita bruta em 2019 entre R$ 360 mil e R$ 300 milhões. Apesar de ter juro quase quatro vezes maiores (o máximo é de 1% ao mês), ainda é mais barata do que as opções tradicionais do mercado. Uma das mudanças que provocaram o aumento da procura foi o Peac Maquininhas, que é garantido por parte das vendas futuras feitas no cartão. O prazo de pagamento de até 60 meses é outro atrativo da modalidade, diz o presidente do Banrisul.

Zero Hora