Notícias
23-11-2020 - Brasil na OCDE permitirá avanços na agenda ambiental, afirma presidente de Conselho da CNI
...

Das normas da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), 40% são voltadas a meio ambiente. Segundo Marcelo Thomé, presidente do Conselho Temático de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Coemas) da CNI, a maior parte das políticas ambientais brasileiras converge com as regras da OCDE. No entanto, o maior desafio está em implementar as políticas estabelecidas.

 

"Isso dará mais segurança jurídica e atrairá investimentos. Além disso, integrar a OCDE permitirá avanços na agenda de sustentabilidade brasileira", destacou Thomé, na 121ª reunião do Coemas, realizada virtualmente nesta segunda-feira (23).


Segundo Marcus Paranaguá, secretário de Clima e Relações Internacionais do Ministério de Meio Ambiente (MMA), o ingresso do Brasil na OCDE é prioridade do governo brasileiro e o país aderiu a 96 instrumentos normativos dos 252 que a OCDE tem voltado a meio ambiente. Em sua visão, o país precisa avançar prioritariamente em instrumentos voltados a controle e informação.


Portal da Indústria