Notícias
15-12-2020 - Copom prevê inflação em alta em dezembro
...
Apesar do arrefecimento previsto para os preços dos alimentos, a inflação em dezembro deverá continuar alta, puxada principalmente por gastos com mensalidades escolares e pelo aumento na bandeira tarifária da conta de luz, informou o Copom do Banco Central.
 
Em ata da reunião da semana passada, divulgada ontem (15), o Copom revela que as últimas leituras de inflação "foram acima do esperado", mas que a projeção apresenta-se "subjacente em níveis compatíveis com o cumprimento da meta para a inflação``.
 
"Apesar da pressão inflacionária mais forte no curto prazo, o Comitê mantém o diagnóstico de que os choques atuais são temporários, mas segue monitorando sua evolução com atenção, em particular as medidas de inflação subjacente", disse o comitê.
 
De acordo com o Copom, o IPCA em 2020 está em 4,3%. A projeção leva em conta o cenário que utiliza juro fixo e câmbio variando conforme a Paridade do Poder de Compra (PPC). A projeção é ancorada na taxa Selic a 2% ao ano e câmbio partindo de R$ 5,25. Para 2021, a projeção está em 3,5% e para 2022 está em 4%.
 
Agência Brasil