Notícias
13-03-2021 - Protocolo do SESI traz novas estratégias para empresas enfrentarem a pandemia
....
Qual o passo a passo para rastreio e isolamento mais rápido de casos expostos à covid-19? Como gestores podem participar do processo de detecção precoce de casos? As respostas a essas novas questões para o enfrentamento da pandemia estão no Protocolo de Gestão Segura e Saudável das atividades produtivas em tempos de Covid-19 nas Empresas (https://bit.ly/3vlvJ2v), elaborado e disponibilizado gratuitamente pelo Sesi. 
 
O novo guia atualiza o protocolo lançado pelo SESI em 2020, com recomendações e melhores práticas referendadas por órgãos nacionais e internacionais de saúde. A principal novidade da edição são as medidas de rastreio e isolamento rápido de pessoas que tiveram contato com casos confirmados de Covid-19. Elas são inspiradas em método usado nas décadas de 1980 e 1990 para combate a doenças transmissíveis por vias aéreas, como sarampo e varíola. 
 
O protocolo é elaborado por equipe multidisciplinar, com médicos do trabalho, epidemiologistas, engenheiros de saúde e segurança no trabalho, psicólogos e outros especialistas do SESI. Pode apoiar, sobretudo, pequenas e médias empresas que, geralmente, não contam com uma área de saúde e segurança nem com médico do trabalho. Nessa situação, o SESI propõe que gestores e trabalhadores sejam capacitados para fazer o monitoramento diário dos colegas, por meio de perguntas simples, como se estão todos bem.
 
Outra recomendação é não permitir que pessoas com sintomas de gripe, casos suspeitos de covid-19 e pessoas que tiveram contato com casos compareçam ao ambiente de trabalho. Para fazer essa triagem, é possível criar formulários digitais ou usar aplicativos gratuitos.
 
No documento, há ainda recomendações para adequações no ambiente físico de trabalho, de forma a garantir a proteção e o distanciamento mínimo de um metro entre os trabalhadores; e para adoção de novas rotinas de trabalho durante a pandemia, incluindo cuidados com familiares e a saúde mental. Neste último tema, o protocolo inclui propostas de como oferecer apoio aos colegas, que foram adaptadas do guia da OMS para primeiros cuidados psicológicos.
 
Portal da Indústria