Notícias
30-03-2021 - CNI sugere ações para tornar indústria mais competitiva na exportação
...

A CNI apresentou ontem (30) uma lista com 111 medidas que podem ajudar o setor a recuperar a competitividade no comércio exterior. As propostas estão divididas em quatro eixos: política comercial, serviços de apoio à internacionalização, ações em mercados estratégicos e cooperação internacional.

  

Segundo a CNI, o Brasil passa por "um dos piores momentos históricos em seu comércio de produtos industrializados com o mundo", uma vez que a participação dos bens industriais na pauta exportadora do país atingiu, em 2020, "o pior nível em 44 anos".

 

"Na última década tivemos quase US$ 40 bilhões em perdas com exportações de bens industrializados", disse o gerente de Negociações Internacionais da CNI, Fabrizio Panzini. Segundo Panzini, a maior perda foi relacionada às exportações para a América Latina (-US$ 20,5 bilhões) e para a União Europeia (-US$ 11 bilhões).

 

Das 111 medidas propostas na sexta edição da Agenda Internacional da Indústria, a CNI destaca dez que considera prioritárias para reverter a situação. Uma das propostas é o ingresso na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) se "medidas compensatórias" que incluam "a adequação da definição de subsídios, a previsão de adoção de metodologias alternativas em casos de condições anormais de comércio e mudança da definição de indústria doméstica".

 

Agência Brasil