Notícias
12-04-2021 - Pesquisa da FIERGS aponta que 52,5% das indústrias têm dificuldades para atender demanda
...

Mais da metade das indústrias gaúchas continua com dificuldade para atender a demanda dos clientes por causa da falta de insumos e matérias-primas durante a pandemia. O resultado está na terceira edição da Sondagem Industrial do RS, incluída a Construção, e divulgada nessa segunda-feira (12) pela FIERGS.  "Houve uma sinalização de recuperação no setor, mas os problemas permanecem. As novas restrições impostas a diferentes setores econômicos, principalmente por causa do recrudescimento da pandemia, podem fazer esse início de recuperação retroceder", diz o presidente da FIERGS, Gilberto Porcello Petry. O percentual das que têm deixado de atender algum cliente, porém, recuou de 60,9%, em novembro de 2020, para 52,5%, em fevereiro de 2021.

 

No Brasil, segundo dados da CNI, 45% das empresas da indústria geral (transformação e extrativa) afirmavam não conseguir atender na totalidade a demanda em fevereiro de 2021. A dificuldade recuou em relação a novembro de 2020, quando atingiu 54%.

 

Das empresas ouvidas pela Sondagem da FIERGS em fevereiro que enfrentaram entraves para atender a demanda, 55,3% registraram ter aumentado a dificuldade em relação a outubro de 2020. Para 32,5%, os problemas não se alteraram, e reduziram em apenas 12,3% dos casos. O aumento dos problemas é percebido com mais intensidade na indústria da Construção: 83,3% das empresas. Na Transformação, 52%.

 

A maior parte das empresas gaúchas que enfrentam dificuldades consultadas na Sondagem, 41,8%, acredita na normalização da oferta doméstica de insumos e matérias-primas somente no segundo trimestre de 2021.

 

Comunicação da FIERGS