Notícias
28-04-2021 - Ritmo da indústria gaúcha acelera apesar da alta de preços e falta de matérias-primas
...

 A pesquisa Sondagem Industrial, divulgada nessa quarta-feira (28) pela FIERGS, mostra que indústria gaúcha voltou a acelerar o ritmo em março. Operou acima da capacidade usual, expandindo a produção e o emprego. "O resultado foi positivo para o mês, mas a falta e os altos preços das matérias-primas seguem preocupando o setor. Mesmo assim, para os próximos seis meses os empresários gaúchos mantiveram suas projeções de crescimento para a demanda e o emprego, aumentando também a disposição de investir", diz o presidente da FIERGS, Gilberto Porcello Petry.

 

O índice de produção ficou em 56,8 pontos em março, superando a marca de 50 que indica alta em relação ao mês anterior. O valor acima da média histórica de 52,8 dos meses de março evidencia um crescimento mais intenso que o indicado pela sazonalidade. O emprego revelou o mesmo comportamento, atingiu 54,9 pontos.

 

O aquecimento da atividade industrial no mês passado é confirmado também pela UCI, a utilização da capacidade instalada, que para um grau médio histórico de 70,7% no período, atingiu 76% em março. Da mesma forma, o índice de UCI em relação ao usual alcançou 52 pontos. Acima dos 50, indica que, na avaliação dos empresários gaúchos, a indústria operou acima do nível de UCI normal para o mês. Já o nível de estoques de produtos finais voltou a ficar abaixo do planejado pelas empresas em março, mostrando produção inferior à demanda em consequência das dificuldades por insumos: atingiu 48,6 pontos.

 

Pela terceira vez consecutiva, no primeiro trimestre de 2021 a falta e/ou o alto custo das matérias-primas foram o principal problema enfrentado pela indústria gaúcha, segundo 74,4% das respostas da pesquisa. Desde 2004, nunca um problema havia atingido de forma tão abrangente o setor. Bem abaixo, com 39% das indicações, a taxa de câmbio foi a segunda citada, por conta dos efeitos da alta volatilidade e desvalorização sobre os preços dos insumos.

 

Comunicação da FIERGS