Notícias
03-08-2021 - Atividade na indústria gaúcha cresce 17,6% no primeiro semestre
...

O Índice de Desempenho Industrial (IDI-RS), divulgado pela FIERGS, voltou a crescer em junho, na comparação com maio, feito o ajuste sazonal. Após três meses de queda, subiu 0,6%. Embora o nível de atividade acumule baixa de 1,7% no acumulado desde janeiro, aparece 4,2% acima do nível anterior ao da pandemia, em fevereiro de 2020. "Tivemos um primeiro semestre bastante difícil, marcado por medidas de fechamento e abertura da economia, acompanhando a dinâmica da pandemia. Durante o período, a economia contou com menos estímulos governamentais e a indústria continuou enfrentando problemas de escassez e altas expressivas nos preços de insumos e matérias-primas", explica o presidente da FIERGS, Gilberto Porcello Petry, mas reforçando que a conjuntura favorável ao agronegócio impulsionou a extensa cadeia produtiva do segmento metalmecânico do RS, amenizando a situação.

 

Entre os componentes do IDI-RS, apenas as compras industriais caíram em junho, um recuo de 1,1% na comparação com maio. O resultado no mês foi puxado pelo faturamento real, aumento de 3,9%, pelas horas trabalhadas na produção, 2,1%, e pela utilização da capacidade instalada-UCI, com mais 2,1 pontos percentuais, atingindo 82,4% em junho. Os indicadores de mercado de trabalho do setor também cresceram no período: emprego, 0,5%, pelo 13º mês seguido, e a massa salarial real, 0,3%.

 

Na comparação com o ano passado, as taxas em 2021 também subiram, mas continuam influenciadas pelas baixas bases de comparação. O IDI-RS cresceu 18,5% em junho e 17,6% no acumulado do primeiro semestre, taxa recorde, ambos relativamente ao mesmo período de 2020. Comparativamente a 2019, os aumentos foram de 6,4% e de 4,9%, respectivamente.

 

Comunicação da FIERGS